ecfamalic-famalicão

Junho 13 2007

ec chaves

 https://www.facebook.com/pages/Hist%C3%B3riGeo-Portugal/130500857025122

ecfamalic/investigação: http://sol.sapo.pt/blogs/eduardocarneiro

Vila Nova de Famalicão

A partir de meados do século XIX, depois da refundação do concelho e com a abertura da estrada Porto - Braga em 1875, Famalicão entra numa fase de grande desenvolvimento. Constroiem-se edíficios públicos, como o Hospital da Misericordia (1878), e os Paços do Concelho em 1881 e erguem-se "edíficios particulares luxuosos" (8),com capitais vindos do Brasil, de que é exemplo o "Palacete do Barão da Trovisqueira" (9).

É nessa época que começam a instalar-se na vila e no concelho, fábricas e oficinas, são os casos da fábrica de relógios "A Boa Reguladora" em 1895, da Tipografia Minerva em 1886 e das fábricas texteis em Riba de Ave, freguesia pertencente ao concelho de Vila Nova de Famalicão. Das fábricas de Riba de Ave posso referir a primeira a ser instalada que foi em 1890 pelo Barão da Trovisqueira, em 1896 a Sampaio Ferreira fundada por Narciso Ferreira, que se tornou no maior indústrial português no ramo da indústria textil (10). **

EduardoSantosCarneiro - HistóriGeo - Portugal

  (8) VIEIRA,J. A. -O Minho Pitoresco - Lisboa, Ed. Lisboa, 1887.

  (9) Idem, Ibidem.

(10) Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira ,Lisboa, Ed. Enciclopédia Lda. , s/d, vol.11, p.177

**CARNEIRO, Eduardo Manuel Santos (1997) -"Actividades Sócio-Culturais, Comerciais e Personalidades de V. N. Famalicão no início do século XX", Boletim Cultural nº 14, V. N. Famalicão, 1997.

www.eduardocarneiro.blog.com

 

publicado por EduardoSantosCarneiro às 22:57
Tags:

Fantástico Eduardo Santos Carneiro, parabéns.
Anónimo a 11 de Abril de 2008 às 15:23

Algumas referências a Famalicão e a Manuel de Oliveira.
O filme "Famalicão" é talvez o mais abertamente engraçado dos filmes de Oliveira, com a locução de Vasco Santana criando um jogo de fina ironia com as imagens que mostra, ironia esta que revela a muito subestimada irreverência do realizador. A notar ainda uma das primeiras sequências, que envolve uma carroça e um posto de gasolina, que une vários destes aspectos com a preocupação constante de Oliveira com a relação entre modernidade e tradição. (Eduardo Valente)
EduardoSantosCarneiro a 6 de Outubro de 2008 às 16:52

Eduardo Santos Carneiro
mais sobre mim
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO